Última hora
This content is not available in your region

Itália adopta finalmente mandado europeu de captura

Itália adopta finalmente mandado europeu de captura
Tamanho do texto Aa Aa

Com quase um ano e meio de atraso, a Itália adoptou, finalmente, o mandado de captura europeu – um documento que entrou em vigor em Janeiro do ano passado. Esta terça-feira, os deputados italianos aprovaram o texto, por uma unha negra: 191 votos a favor, 185 contra e 13 abstenções.

A Itália foi o último dos Vinte e Cinco a transpor o documento para a legislação nacional. A Liga do Norte sempre se opôs e acabou por votar contra. O mesmo fez o ministro da Justiça, Roberto Castelli, também ele membro do partido de Umberto Bossi. O mandado de captura europeu foi aprovado pelos chefes de Estado e de governo dos então Quinze, após o 11 de Setembro, e visa agilizar os processos de extradição entre Estados membros. Terrorismo, homícidio voluntário, corrupção, tráfico de drogas, fraude ou branqueamento de capitais são algumas das 32 infracções que estão abrangidas.