Última hora

Última hora

Rasto de morte num santuário muçulmano de Islamabad

Em leitura:

Rasto de morte num santuário muçulmano de Islamabad

Rasto de morte num santuário muçulmano de Islamabad
Tamanho do texto Aa Aa

Uma explosão num local de culto muçulmano da capital do Paquistão causou pelo menos 18 mortos e um grande número de feridos. A deflagração ocorreu no santuário de Bari Imam no dia de oração semanal que coincidia com o fim de quatro dias de celebrações religiosas. A mesquita estava repleta de fiéis que tinham acorrido ao local para a prece do meio-dia. Os primeiros elementos do inquérito apontam para a possibilidade de se tratar de um atentado suicida, mas a hipótese de um engenho accionado à distância não está posta de parte.

A maior parte dos fiéis que hoje se encontrava no mausoléu, nos arredores de Islamabad, eram xiitas, enquanto nos dias anteriores os sunitas estavam em maioria. As duas confissões muçulmanas reivindicam o controlo do santuário, sendo os sunitas responsáveis pelo recinto há mais de duas décadas.