Última hora
This content is not available in your region

Bruxelas investiga INTEL por abuso de posição dominante

Bruxelas investiga INTEL por abuso de posição dominante
Tamanho do texto Aa Aa

A Intel está na mira de Bruxelas. Esta terça-feira, a Comissão Europeia inspeccionou instalações do gigante norte-americano dos micro-processadores informáticos em quatro cidades europeias: Madrid, Milão, Munique e Swindon, perto de Londres.

Bruxelas está a investigar um alegado caso de abuso de posição dominante. A Intel representa 90% das receitas e 78% do volume de negócio dos micro-chips a nível mundial. Um porta-voz da Intel confirmou a inspecção dos locais, mas garante que a empresa cumpre as leis europeias sobre a concorrência. O mesmo não pensa o concorrente directo, AMD, que colabora há anos com a Comissão, tendo alegadamente fornecido provas do que diz ser a “actividade ilegal” da Intel.