Última hora

Última hora

Arquitecto da entrada do Reino Unido no Mercado Comum Europeu morreu

Em leitura:

Arquitecto da entrada do Reino Unido no Mercado Comum Europeu morreu

Arquitecto da entrada do Reino Unido no Mercado Comum Europeu morreu
Tamanho do texto Aa Aa

Morreu Edward Heath, antigo primeiro-ministro britânico, aos 89 anos. O que o torna parte da história moderna do Reino Unido foi o facto de ter negociado, em 1973, a entrada da Grã-Bretanha na Comunidade Económica Europeia.

Político conservador, Heath faleceu em casa, onde estava a receber assistência médica. Para além de ex-primeiro-ministro, Heath foi parlamentar da Câmara dos Comuns durante mais de 50 anos, foi eleito 14 vezes consecutivas para o cargo. Europeísta convicto, este antigo dirigente conservador viu concretizado o sonho de ver o Reino Unido entrar no mercado único europeu enquanto dirigia o governo. Nesses anos teve de fazer frente à crise económica e aos protestos dos sindicatos, que ajudaram à vitória do partido Trabalhista, em 74. Depois do mandato como primeiro-ministro, voltou a ser líder da oposição, até que foi afastado em 75 da frente do Partido Conservador por Margaret Tatcher, a quem sempre dirigiu duras críticas e nunca aceitou um cargo no seu gabinete. Heath, encorajado pela mãe, começou a aprender piano muito cedo e apaixonou-se pela música. Nunca casou, conduziu orquestras sinfónicas e escreveu um livro, “Música, um amor para a vida”.