Última hora
This content is not available in your region

Turquia pode estar mais próxima da União

Turquia pode estar mais próxima da União
Tamanho do texto Aa Aa

Esta quarta-feira, Recep Tayyip Erdogan encontra-se, em Londres, com Tony Blair, principal apoiante da adesão da Turquia à União Europeia. Fontes diplomáticas dão conta que o chefe do governo de Ancara irá entregar ao presidente em exercício da União o protocolo de união aduaneira, devidamente alargado aos Dez novos membros do bloco comunitário. A assinatura deste texto, por Ancara, é um pré-requisito para o início das negociações de adesão, agendadas para 3 de Outubro.

Este protocolo implica a abertura dos portos e aeroportos turcos a cada um dos 25 membros da União Europeia. Alguns pontos estão ainda por acordar: Ancara quer que a abertura aduaneira se aplique apenas às mercadorias e não a serviços como os das companhias aéreas. Se realmente for assinado o alargamento do acordo aos Dez novos membros da União, a Turquia reconhece de facto a República de Chipre. A ilha está dividida desde 1974; Ancara reconhece apenas a auto-proclamada República Turca de Chipre do Norte. O governo cipriota-grego é, no entanto, o único reconhecido pela comunidade internacional. Contudo, segundo as mesmas fontes, é possível que Ancara queira assinar uma declaração unilateral, afirmando que não reconhece o Estado cipriota-grego.