Última hora
This content is not available in your region

Os colonos israelitas na Faixa de Gaza preparam-se para endurecer protestos

Os colonos israelitas na Faixa de Gaza preparam-se para endurecer protestos
Tamanho do texto Aa Aa

A data do começo da retirada, dia 17 de Agosto, aproxima-se a passos largos e os mais radicais acreditam que vão conseguir evitar a saída de mais de 8 mil colonos da Faixa de Gaza.

Os extremistas prometem infiltrar o maior número de pessoas possível no maior colonato da região – Gush Katif – e assim resistir à retirada. Até agora, vêm muitos de Sderot, chegam a Ofakim para depois tentarem infiltrar-se através de Kissoufim e alcançar Gush Katif. A Faixa de Gaza é zona militar fechada. Várias dezenas de pessoas já foram detidas por tentarem entrar. Esta tarde, deu-se uma explosão junto à praia do colonato, mas não houve vítimas e as autoridades não apontaram ainda qual a foi a causa da deflagração. Nesta quarta-feira, e depois de já terem terminado os protestos, os líderes radicais garantiram que alguns colonos conseguiram já infiltrar-se em Gush Katif.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.