A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Cindy Sheehan detida frente à Casa Branca para promover oposição à guerra

Cindy Sheehan detida frente à Casa Branca para promover oposição à guerra
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Cindy Sheehan, símbolo do movimento anti-guerra, fez-se deter frente à Casa Branca para promover a causa pacifista.

Sheehan foi detida segunda-feira com outras 370 pessoas. Não conseguiram obter uma reunião com o presidente Bush, mesmo sabendo que era ilegal, sentaram-se junto ao gradeamento da Casa Branca e não dispersaram apesar dos avisos da polícia. Terão de enfrentar a justiça pela acusação de protesto ilegal, mas na hora da detenção diziam “o mundo está a ver”. Os próprios organizadores reconhecem que o objectivo era chamar a atenção dos jornalistas, depois de muitas televisões americanas terem ignorado a manifestação de sábado, que juntou mais de cem mil pessoas. Foi o maior protesto anti-guerra na capital americana desde o início da conflito no Iraque em 2003.