Última hora
This content is not available in your region

Incidentes com imigrantes clandestinos causam mortes em Ceuta

Incidentes com imigrantes clandestinos causam mortes em Ceuta
Tamanho do texto Aa Aa

Depois de Melilla, foi a vez de Ceuta ser o palco de novos incidentes com imigrantes ilegais. As autoridades espanholas confirmaram a morte de quatro pessoas, duas do lado espanhol e duas em Marrocos, e ferimentos em mais 30 clandestinos, esta noite na fronteira que separa a cidade de território marroquino.Entre 400 a 500 subsarianos tentaram passar ilegalmente para cidade.

De acordo com a Guardia Civil, as pessoas morreram por acidente. Dizem as autoridades que uma das pessoas ficou presa no arame farpado da barreira, outra caiu ao chão e foi esmagada por outros que corriam a caminho de Ceuta. As autoridades afirmam que foi usado equipamento antidistúrbios, mas garantem que nunca usaram as armas. A rádio Cadena Ser afirma que foram ouvidos disparos, de origem indeterminada. É a terceira noite de incidentes com imigrantes clandestinos. Nas útimas duas noites, noutro enclave espanhol no norte de África, Melilla, mais de mil pessoas tentaram passar para a cidade autónoma espanhola. No total, 20 pessoas ficaram feridas entre imigrantes e agentes da Guardia Civil. O afluxo de imigrantes e os incidentes estão a ensombrar a cimeira entre os chefes de governo espanhol e marroquino esta quinta-feira em Sevilha.