A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Greve geral ameaça paralisar França

Greve geral ameaça paralisar França
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Terça-feira negra na República Francesa. Greve geral nos transportes e serviços públicos vão ser um verdadeiro teste de resistência ao país.

A greve foi convocada por todas as centrais sindicais e pela oposição de esquerda que pretende contestar a política laboral do governo central. No epicentro de toda esta contestação está o primeiro-ministro Dominique de Villepin. Villepin, algo debilitado após o redondo “não” dos franceses à Constituição Europeia em Junho passado, enfrenta pela primeira vez uma greve geral. Apesar dos inconvenientes desta enorme paralisação, 74% dos franceses apoiam a greve, segundo um inquérito publicado esta segunda-feira no diário comunista “L’Humanité”. Para além da paralisação, o dia ficará marcado por mais de 150 manifestações,convocadas por vários sindicatos e partidos de esquerda.