Última hora

Última hora

SPD mantém fiéis de Schroeder no executivo da Grande Coligação

Em leitura:

SPD mantém fiéis de Schroeder no executivo da Grande Coligação

SPD mantém fiéis de Schroeder no executivo da Grande Coligação
Tamanho do texto Aa Aa

Gerhard Schroeder vai estar ausente do futuro governo alemão, mas o chanceler cessante deixa um importante legado para a “Grande Coligação”.

Depois do SPD ter negociado postos-chave no executivo, três fiéis colaboradores de Schroeder vão assumir pastas de capital importância na futura aliança negra e vermelha. Franz Muntefering, o presidente do SPD, assume o ministério do Trabalho e dos Assuntos Sociais, o antigo conselheiro do chanceler, Walter Steinmeier, vai chefiar a diplomacia, enquanto a constitucionalista Brigitte Zypries se mantém na Justiça. Para o futuro vice-chanceler Müntefering, “os sociais-democratas conseguiram formar uma equipa muito coesa, tanto do ponto de vista do equilíbrio entre homens e mulheres, mas também no que diz respeito à experiência.Temos ministros da Alemanha de Leste, novos e antigos ministros, antigos representantes dos Lander. Por isso, penso que formámos uma boa equipa.” Ao dar a conhecer os oito representantes, o SPD antecipou-se à CDU, que, apenas na segunda-feira, conta fazer o mesmo. Certezas entre os democratas-cristãos, só existem, por enquanto, duas: Angela Merkel vai presidir ao governo, Edmund Stoiber, o líder da CSU, assume a pasta da Economia. Os restantes seis cargos conservadores no executivo ainda não estão definitivamente atribuídos.