Última hora

Última hora

União Europeia mobiliza-se contra possível pandemia

Em leitura:

União Europeia mobiliza-se contra possível pandemia

União Europeia mobiliza-se contra possível pandemia
Tamanho do texto Aa Aa

Com a gripe aviária à porta, a União Europeia mobiliza-se, aconselha os Estados membros a armazenarem medicamentos anti-virais e hoje reúne de emergência os peritos.

A Agência Europeia do Medicamento pensa apressar a autorização da venda de vacinas para a vertente humana da gripe aviária, actualmente a serem desenvolvidas, mesmo se reconhece não saber qual a sua eficácia e qual o perfil genético do vírus responsável por uma eventual pandemia. Entretanto, a corrida intensifica-se em torno do Tamiflu, da farmacêutica suíça Roche. Em muitos países o antiviral está esgotado, apesar do seu elevado preço e de não se saber se é eficaz em caso de mutação do actual vírus. Até agora, o homem apenas é infectado através de contactos frequentes com aves doentes. As autoridades sanitárias mundiais temem eventuais mutações que permitiriam o contágio entre humanos e a chegada do vírus, nos próximos meses, a países africanos sem meios para reagir. Os receios já fazem parte do quotidiano na Europa, há quem diga ter reduzido o consumo de carne de aves e de ter medo tendo em conta as notícias. Ontem, foi confirmado que o vírus detectado na Turquia é o H5N1, o mais perigoso e que matou cerca de 60 pessoas na Ásia. Teme-se também que a Roménia esteja face à mesma estirpe. Perante a situação, nos dois países multiplicam as quarentenas, os abates, as desinfecções e a vacinação das populações. Os restantes intensificam os controlos veterinários e fronteiriços, os conselhos aos criadores de aves, proíbem as importações e ultimam planos de emergência.