Última hora
This content is not available in your region

Conservador vence presidenciais na Polónia

Conservador vence presidenciais na Polónia
Tamanho do texto Aa Aa

Vitória em todas as frentes da direita polaca. O conservador católico Lech Kaczynski foi eleito Presidente na segunda volta das eleições, face ao liberal Donald Tusk que era dado como o favorito.

Lech Kaczynski, ex-presidente da câmara de Varsóvia de 56 anos, obteve entre 52 a 53 por cento dos votos, contra Tusk, de 48 anos, que conseguiu entre 46 a 47 por cento. Na hora de festejar, o agora eleito chefe de Estado agradeceu a vitória ao irmão gémeo Jaroslaw Kaczynski, que venceu as legislativas do mês passado, mas que não assumiu o cargo de primeiro-ministro após as sondagens revelarem que os polacos não gostavam de um Presidente e de um chefe de governo com tamanhas parecenças físicas. O chefe de Estado eleito, que só tomará posse em Dezembro próximo, defendeu um referendo sobre a entrada da Polónia em 2010 na Zona Euro e disfarçando rumores que o apontam como anti-germânico, Kaczynski prometeu esforçar-se por melhorar as relações com a Alemanha. Derrotado nas presidenciais, Donald Tusk terá, porém, uma palavra a dizer relativamente aos destinos do país, pois, por não ter conseguido maioria absoluta, o PiS dos irmãos Kaczynski vai governar a Polónia em coligação com a Plataforma Cívica (PO), cuja liderança é assegurada por este político liberal.