Última hora
This content is not available in your region

Wilma matou cinco pessoas na Flórida

Wilma matou cinco pessoas na Flórida
Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos cinco pessoas morreram à passagem do Wilma pela península da Flórida tendo também causado prejuízos entre dois a seis mil milhões de dólares. Com uma força de nível três continua a avançar pelo Oceano Atlântico em direcção a noroeste acompanhado de ventos que sopram a mais de 190 quilómetros por hora. O furacão chegou ao sul da Flórida com chuvas torrenciais e rajadas de vento na ordem dos 200 quilómetros horários. Mais de 3 milhões de lares ficaram sem electricidade. O Wilma esteve já classificado como um furacão de nível 5 e o mais violento alguma vez registado no Atlântico. A sua passagem pelo mar das Caraíbas fez vários mortos e causou inúmeros danos materiais, nomeadamente no paraíso turístico de Cancun no México.

Este é o oitavo furacão que se abate sobre a Flórida nos últimos 15 meses. A presente temporada de furacões do Atlântico, que termina em Novembro, converteu-se na mais activa desde que começaram os registos há 150 anos.