Última hora

Última hora

Egípcios terminam jornada eleitoral democrática

Em leitura:

Egípcios terminam jornada eleitoral democrática

Egípcios terminam jornada eleitoral democrática
Tamanho do texto Aa Aa

Os egípcios foram às urnas nesta primeira jornada eleitoral das três em que se dividiram as legislativas, prolongando-se até Dezembro.

Pese embora alguma apatia durante a campanha, a afluência às urnas foi positiva e os eleitores mostram-se contentes com algumas medidas democráticas, nomeadamente a presença de observadores de organizações não governamentais. Um cidadão sublinha a diferença entre estas e outras eleições: “desta vez até há urnas de voto transparentes”, diz. Poucos duvidam da nova vitória do Partido Nacional Democrático de Hosni Mubarak. Resta saber a quem os proscritos Irmãos Muçulmanos deram o seu apoio, já que houve vários partidos independentes a concorrerem. Apresentaram, no geral, um discurso de defesa do IslãO. Os muçulmanos moderados tentam eleger 77 deputados e usufruir da divisão da oposição tradicional. Destas legislativas sairão os dirigentes partidários que vão concorrer contra Mubarak nas presidenciais de 2011. Só os partidos que tiverem mais de 5 por cento de votos proporcionarão esse direito. O egípcios elegem agora 5.310 candidatos. Há dez milhões de eleitores mas, 74 por cento do total da população nem sequer tem cartão de elitor.