Última hora

Última hora

Primeiro caso de cura espontânea de um seropositivo

Em leitura:

Primeiro caso de cura espontânea de um seropositivo

Primeiro caso de cura espontânea de um seropositivo
Tamanho do texto Aa Aa

Um britânico de 25 anos, dado como seropositivo em Agosto de 2002 terá sido o primeiro caso de uma cura espontânea. Depois de lhe ter sido diagnosticada a contaminação, na fase inicial, não lhe foi receitado nenhum medicamento.

Pouco mais de um ano depois, em Outubro de 2003, foram feitos novos testes que confirmaram que o vírus HIV deixou de estar no seu organismo. O caso registou-se no centro hospitalar Chelsea and Westminster Healthcare Center, em Londres. Andrew Simpson, vendendor de sandes, ofereceu-se para ser literalmente “estudado” pelos médicos, com a esperança de encontrar o “segredo” de Simpson. Há quase 40 milhões de seropositivos no mundo.