Última hora
This content is not available in your region

Ahtisaari chega aos Balcãs para preparar discussões sobre estatuto do Kosovo

Ahtisaari chega aos Balcãs para preparar discussões sobre estatuto do Kosovo
Tamanho do texto Aa Aa

É sem ilusões quanto às dificuldades que Martti Ahtisaari chegou aos Balcãs para preparar as negociações sobre o estatuto final do Kosovo. São conhecidas as capacidades de mediador do ex-primeiro-ministro finlandês, mas o caso do Kosovo ameaça ser um quebra-cabeças. O emissário da ONU conhece o terreno e diz que “as hipóteses de chegar a um acordo são quase iguais às de se ganhar a lotaria”.

As discussões deverão começar em 2006. O Kosovo é administrado pela ONU desde 1999. Noventa por cento dos cerca de dois milhões de habitantes são albaneses. A Sérvia defende uma vasta autonomia. Proposta estabelecida no plano negocial do primeiro-ministro Vojislav Kostunica e aprovado esta segunda-feira pelo parlamento. A Sérvia evoca as raízes históricas. Mas do lado kosovar não se abre mão da independência. A maioria albanesa considera que Belgrado perdeu o direito moral após anos de discriminações e repressão. A comunidade internacional conta com a política moderada do presidente do Kosovo, Ibrahim Rugova, mas sabe que do lado sérvio nenhum líder está disposto a chegar a um acordo tendo em conta o peso dos nacionalistas. Mas numa questão todos estão de acordo: é impossível manter o actual estatuto por tempo indeterminado.