Última hora
This content is not available in your region

Putin defende as novas regras impostas às ONG's na Rússia

Putin defende as novas regras impostas às ONG's na Rússia
Tamanho do texto Aa Aa

O presidente russo tenta acalmar a tensão criada pelas novas regras impostas às Organizações Não-Governamentais (ONG’s) estrangeiras a operar em território russo.

A nova lei impõe obstáculos ao financiamento estrangeiro, obriga as organizações a estarem registadas como organismos russos e a submeterem-se a rigorosos controlos. Vladimir Putin afirmou que “a actividade política na Federação russa tem de ser o mais transparente possível, o que implica também a transparência dos processos de financiamento”. O presidente russo diz ser necessário manter um controlo sobre o financiamento estrangeiro de actividades políticas na Rússia, mas prometeu proteger a sociedade civil. A declaração chega depois de a Duma ter aprovado, ontem, em primeira leitura, as mudanças legislativas. As ONG’s contestam a medida, por considerarem que as novas regras vão limitar o trabalho, em especial o ligado à defesa dos direitos humanos. Os defensores da lei não escondem que um dos objectivos é impedir a repetição das revoluções ocorridas na Geórgia e na Ucrânia. Até porque as ONG’s são as vozes mais críticas do conflito na Chéchénia, onde se realizam eleições legislativas este domingo.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.