Última hora
This content is not available in your region

Greve geral em Itália

Greve geral em Itália
Tamanho do texto Aa Aa

Um movimento de greve geral começou, esta manhã, em Itália, com a paralisação dos caminhos de ferro. O protesto, contra os cortes orçamentais previstos pelo governo de Sílvio Berlusconi deve afectar particularmente os transportes aéreos. A companhia Alitália viu-se obrigada a anular 230 voos, 125 dos quais internacionais.

Desde a chegada de Sílvio Berlusconi ao poder em 2001, esta é a sexta greve geral que o país enfrenta. Além dos transportes também os bancos, escolas, hospitais ou fábricas aderiram ao protesto que dura 4 horas no sector privado e oito no público. De acordo com os compromissos de Roma em Bruxelas o governo tem de reduzir o déficit orçamental que é de 16,5 mil milhões de euros tendo apostado na limitação de despesas públicas, na privatização e na luta contra a evasão fiscal. Os sindicatos defendem que estas medidas vão degradar ainda mais os serviços e pesar sobre uma economia que praticamente estagnou nos útlimos quatro anos.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.