Última hora
This content is not available in your region

Reabertura do terminal de Rafah "dia histórico" para palestinianos

Reabertura do terminal de Rafah "dia histórico" para palestinianos
Tamanho do texto Aa Aa

A fronteira de Rafah abriu-se hoje a milhares de palestinianos que chegaram em autocarros e táxis de todos os pontos do território para viverem este “momento histórico.”

O terminal foi encerrado a 7 de Setembro, cinco dias antes da partida das tropas israelitas, que controlavam a fronteira entre a Faixa de Gaza e o Egipto desde 1967. Ontem, foi declarada oficialmente aberta, durante uma cerimónia presidida pelo líder palestiniano, Mahmud Abbas, e hoje a populacão agradeceu: “Estamos muito contentes. Obrigado a todos os que contribuiram para que isto fosse finalmente aberto”, declara um palestiniano.

“Antes costumavamos chegar aqui às cinco da manhã para chegar ao Cairo à meia-noite”, precisa uma mulher. Sem outra saída possível sem ser Israel, os palestinianos têm o Egipto como um ponto de passagem obrigatório sempre que saem de Gaza para o estrangeiro. Para um milhão e 300 mil é o fim do isolamento. O secretário-geral da ONU, Kofi Annan, manifestou a sua satisfacão pela a reabertura da fronteira, uma realidade possível graças ao acordo israelo-palestiniano, que prevê o destacamento de observadores europeus, concluído a 15 de Novembro sob a égide de Condoleezza Rice, durante o périplo efectuado pela região.