Última hora

Julgamento de Saddam Hussein recomeça hoje em Bagdade

Julgamento de Saddam Hussein recomeça hoje em Bagdade
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Saddam Hussein vai comparecer em tribunal quarta-feira juntamente com sete dos seus antigos colaboradores. O ex-presidente iraquiano boicotou a última sessão, a 7 de Dezembro, aorecusar-se a comparecer no tribunal que o está a julgar em Bagdade.

Saddam mandou os juízes “para o inferno” e alegou que o julgamento era uma farsa inventada pelos Estados Unidos. O advogado do ex-ditador anunciou que, desta vez, Saddam vai comparecer “para dizer aos iraquianos, aos árabes e aos ocidentais que está inocente e que oprocesso se destina a acabar com a sua reputação”. O julgamento do antigo ditador iraquiano tem sido marcado pela polémica e pela violência. Dois dos advogados de defesa foram assassinados a tiro o que levou a equipa de defesa a ameaçar que cessaria funções se não fosse garantida a sua segurança. Saddam Hussein e sete dos seus colaboradores são acusados do assassínio, em 1982, de mais de 140 pessoas na aldeia de Dujail, onde o ditador sofreu um atentado fracassado contra a sua vida.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.