Última hora
This content is not available in your region

Professores estrangeiros libertados em Gaza

Professores estrangeiros libertados em Gaza
Tamanho do texto Aa Aa

Os professores de língua inglesa (um holandês e um australiano) da Escola Internacional Americana, sequestrados esta manhã na cidade de Gaza, foram libertados após algumas horas de cativeiro.

Bryan Emproggio, australiano, é ajudante do reitor da escola, o holandês Hendrich Taatgen, e explicou detalhes dos breves momentos passados na mãos de um grupo ligado à Frente Popular de Libertação da Palestina (FPLP).“Dissemos a eles que estavamos na região para ajudar Gaza e a Palestina. Em momento alguns eles ameaçaram colocar em causa nossa integridade física”. O grupo Wadie Haddad, ligado à FPLP, exige a libertação do secretário-geral do movimento Ahmed Saadat e de outros militantes, presos em 2001, na sequência do assassinato do ministro do Turismo israelita Rehavam Zeevi. O núcleo político da FPLP negou qualquer envolvimento. Os professores foram abordados da parte da manhã por quatro homens encapuçados quando se dirigiam à escola que é parcialmente financiada pelos Estados Unidos. A intervenção da Autoridade Nacional Palestiniana permitiu a libertação dos professores.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.