A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Tocam os sinos em memória dos mortos do Sri Lanka

Tocam os sinos em memória dos mortos do Sri Lanka
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Sri Lanka lembrou os mortos com uma cerimónia religiosa ecuménica. O presidente, Mahinda Rajpakse, presidiu à celebração que juntou hindus, cristãos e muçulmanos, budistas e sikhs e teve como ponto alto o tocar dos sinos e dois minutos de silêncio.

Simbolicamente, a cerimónia decorreu na cidade de Peralya, no mesmo sítio onde, há um ano, o tsunami causou o descarrilamento de um comboio, que matou duas mil pessoas. Mais de 35 mil pessoas morreram, no Sri Lanka, o país mais atingido pelo tsunami a seguir à Indonésia. Na rua principal da aldeia de Seenigama, onde 120 pessoas perderam a vida, foi içada uma bandeira por cada uma das vítimas. Os familiares e amigos dos desaparecidos acederam também lamparinas em sua homenagem.