Última hora

Após três dias de sequestro, os cinco reféns alemães no Iémen foram libertados, de acordo com uma fonte oficial iemenita

Após três dias de sequestro, os cinco reféns alemães no Iémen foram libertados, de acordo com uma fonte oficial iemenita
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Juergen Chrobog, um antigo secretário de estado dos negócios estrangeiros do governo de Gerhard Schroeder, a mulher e os três filhos foram raptados por tribos do Iémen que exigiam a libertação de cinco pessoas detidas pelas autoridades de Sanaa.

Chrobog, de férias com a família, viajava da cidade meridional de Aden para a província de Shabwa, no Leste do país, quando foi sequestrado. Após a notícia do cativeiro, o chefe da diplomacia de Berlim Frank-Walter Steinmeier envidou esforços para a libertação do antigo governante que acabaram por dar frutos graças ao envolvimento do ministro da Defesa do Iémen na questão.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.