Última hora

Última hora

Turquia coloca em liberdade homem que tentou matar João Paulo II

Em leitura:

Turquia coloca em liberdade homem que tentou matar João Paulo II

Turquia coloca em liberdade homem que tentou matar João Paulo II
Tamanho do texto Aa Aa

Foi sob fortes medidas de segurança que as autoridades turcas libertaram o homem que quis matar o Papa João Paulo II em 1981. Mehmet Ali Agca deixou esta manhã a prisão de Kartal em Istambul, na Turquia, para onde foi extraditado em 2000, após 19 anos de prisão em Itália.

Na Turquia cumpriu pena por homicídio e assaltos a dois bancos. Beneficia agora da amnistia decretada em 2002 e das reduções de pena previstas pela revisão do código penal turco, exigida pela União Europeia. Dezena e meia de ultra-nacionalistas juntaram-se à porta da prisão para saudar e apoiar Ali Agca. A libertação é controversa e contestada, sobretudo, pela família do jornalista assassinado por Ali Agca em 1979. O antigo militante ultra-nacionalista turco, hoje com 48 anos, seguiu para o hospital para um exame médico e deverá entrar no Exército para cumprir o serviço militar obrigatório, que nunca realizou. Ali Agca mantém até hoje o mistério sobre as razões do atentado contra o Papa. A possível demência do autor mistura-se com um alegado plano de assassinato dos serviços secretos búlgaros e KGB, mas até hoje não se comprovou nenhuma das versões.