Última hora

Última hora

Irão retoma programa nuclear e corta relações com AEIA

Em leitura:

Irão retoma programa nuclear e corta relações com AEIA

Irão retoma programa nuclear e corta relações com AEIA
Tamanho do texto Aa Aa

O Irão pôs fim às inspecções das Nações Unidas sobre o programa nuclear e cessou a partir deste domingo a colaboração com a Agência Internacional de Energia Atómica (AEIA).

É a resposta do presidente Mahmoud Ahmadinejad às pressões internacionais para que não proceda ao enriquecimento de urânio, um processo que os Estados Unidos e a União Europeia desconfiam conter objectivos militares. O ministro iraniano dos Negócios Estrangeiros, que recebeu o homólogo cubano em Teerão, foi no entanto menos claro nas declarações aos jornalistas. Reiterou tudo o que o chefe de Estado disse até agora, mas manteve-se aberto a continuar a dialogar com os países estrangeiros. Quanto ao enriquecimento de urânio, confirmou a retoma das actividades. No entanto, garantiu não poder confirmar neste momento se o Irão vai enriquecer urânio a larga escala. Na conferência de Ministros da Defesa sobre Segurança, a decorrer em Munique na Alemanha, o responsável russo Serguei Ivanov confessou aos jornalistas não ter a certeza de que a aplicação de sanções venha a produzir o efeito desejado. “Tomemos como exemplo o Iraque, nem sempre as sanções são eficazes”. É a proposta russa que pode fazer regressar o Irão às negociações com a Agência Internacional de Energia Atómica, pois prevê o enriquecimento de urânio iraniano em território russo.