Última hora

Última hora

Interrogações sobre morte de padre católico italiano na Turquia

Em leitura:

Interrogações sobre morte de padre católico italiano na Turquia

Interrogações sobre morte de padre católico italiano na Turquia
Tamanho do texto Aa Aa

Estão por esclarecer os motivos do assassinato de um padre católico italiano na Turquia. O sacerdote foi baleado ontem à saída da missa dominical. O homicídio foi condenado pelo governo turco, que prometeu encontrar o culpado.

A vítima chamava-se Andrea Santoro e tinha 59 anos. Era originário de Piverno, uma localidade perto de Roma, agora em estado de choque. O padre Santoro estava na Turquia há cerca de cinco anos e representava a diocese de Roma na paróquia de Santa Maria de Trebizonda, no Nordeste da Turquia. Segundo testemunhas, o atirador seria um jovem com cerca de 17 anos e que terá fugido a gritar “Allah Akbar”, o que significa “Deus é Grande”. Mas as autoridades recusam-se por agora a ligar este acto à vaga de contestação islâmica sobre a publicação das caricaturas de Maomé. Até porque, a polícia investiga também as ameaças recebidas pelo padre vindas de habitantes que o acusavam de proselitismo.