Última hora

Última hora

Putin acusado de "autocracia" por alguns Prémios Nobel da Paz

Em leitura:

Putin acusado de "autocracia" por alguns Prémios Nobel da Paz

Putin acusado de "autocracia" por alguns Prémios Nobel da Paz
Tamanho do texto Aa Aa

Vladimir Putin teve um amargo de boca durante o périplo que realiza a antigos países do Bloco de Leste. Em plena visita à República Checa, teve conhecimento da carta aberta assinada por várias personalidades internacionais em que a política do presidente russo é criticada. Nove personalidades subscreveram o documento, entre elas os Prémios Nobel da Paz Desmond Tutu e Frederik de Klerk e ainda o ex-presidente checo Vaclav Havel. Os nove apelaram à opinião pública mundial para mostrar “uma postura mais activa e crítica em relação ao sangrento conflito checheno, uma guerra com mais de 10 anos e que marca o regresso da Rússia à autocracia”.

Mikhail Gorbatchov chegou a ser indicado como uma das personalidades que subscreveu a carta aberta, mas a Fundação do pai da “Perestroika” depressa fez um desmentido. Em Praga, o presidente Putin assumiu uma “responsabilidade moral” pela repressão sangrenta da Primavera de 1968. O homólogo checo diz que o passado não se esquece mas os tempos agora são outros e há que virar a página.