Última hora

Última hora

Veridicto do julgamento de "Grupo de Hofstad" conhecido hoje

Em leitura:

Veridicto do julgamento de "Grupo de Hofstad" conhecido hoje

Veridicto do julgamento de "Grupo de Hofstad" conhecido hoje
Tamanho do texto Aa Aa

Sob apertadas medidas de segurança, um tribunal de holandês vai hoje anunciar o veredicto do julgamento em que 14 muçulmanos são acusados de pertencerem à organização terrorista “Grupo de Hofstad”.

O juízes do tribunal de Haia, que se encontram em Amesterdão por questões de segurança, deverão anunciar a inocência ou a culpabilidade dos arguidos, a maioria de nacionalidade marroquina, de pertencerem ao grupo com ligações à al-Qaida. No banco dos réus está sentando também Mohamed Bouyeri, que em Julho de 2005 foi condenado a prisão perpétua pelo assassinato do realizador holandês Theo Van Gogh. O crime ocorreu em Novembro de 2004. Bouyeri apunhalou o realizador holandês por ofensas ao Islão, na sequência da criação do provocativo filme Submissão, uma película que retrata o Corão e os abusos sobre uma mulher. Entre os 14 réus, Bouyeri é suspeito de liderar a organização terrorista, juntamente com outros 3 arguidos. A acusação pediu sentenças entre os 5 e os 21 anos de prisão. Uma das consequências da violência social cometida por estrangeiros na Holanda poderá ser a queda do governo de Jan Peter Balkenende. A um ano das legislativas, a oposição de esquerda venceu as eleições municipais, marcada por uma campanha centrada nas relações intercomunitárias e na segurança.