Última hora
This content is not available in your region

Cobaias humanas em estado grave no Reino Unido

Cobaias humanas em estado grave no Reino Unido
Tamanho do texto Aa Aa

Ensaios clínicos de um medicamento contra a Leucemia provocam escândalo no Reino Unido. Seis pessoas encontram-se hospitalizadas na sequência de complicações graves após terem testado o TGN 1412 criado pela empresa alemã TeGenero. O professor Kent Woods do organismo de regulação de novos medicamentos considera que existem várias explicações possíveis para o que aconteceu. “ O problema poderá ter ocorrido durante o processo de concepção, poderá adevir da preparação da dosagem, poderá ser algum efeito imprevisto que não foi detectado em estudos laboratorais e até que as investigações cheguem ao fim todas as especulações são possiveis”.

Os testes clínicos começaram segunda-feira de manhã no Hospital de Northwick com oito voluntários. Seis dos participantes que tomaram o medicamento começaram a sentir náuseas uma hora e meia mais tarde. Pouco tempo depois o agravamento do quadro clínico obrigou-os a uma transferência para os cuidados intensivos.

O estudante Tom Edward candidatou-se para experimentar o medicamento e preparava-se para ganhar 2.940 euros mas não lhe deram tempo de ler atentamente as informações sobre o fármaco e desistiu. Conta que um dos responsáveis veio indicar-lhe os parágrafos que devia ler e assinar rapidamente. “ Fez esta insistência três ou quatro vezes o que me deixou pouco à vontade”, declarou. Os testes foram suspensos e um inquérito encontra-se já em curso. No Reino Unido um milhar de ensaios do género estão actualmente a decorrer, uma prática legal desde que haja voluntários.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.