Última hora
This content is not available in your region

Eleições regionais podem afectar equilíbrio de poderes na Grande Coligação

Eleições regionais podem afectar equilíbrio de poderes na Grande Coligação
Tamanho do texto Aa Aa

A Grande Coligação saiu reforçada do escrutínio regional ontem registado na Alemanha. Nos três Estados regionais que foram a votos, a CDU venceu em dois deles e o SPD ganhou o terceiro com maioria absoluta, aumentando a presença dos dois partidos no Bundesrat, a câmara alta do Parlamento.

Aliás, a vitória de Kurt Beck na Renânia-Palatinado é, para os sociais-democratas, um balão de oxigénio que pode alterar o equilíbrio de poderes na Grande Coligação, como explica o próprio Beck: “Penso que vai ter um impacto estabilizador, a auto-confiança dos sociais-democratas em toda a Alemanha vai melhorar e isso é bom, porque também reforça a nossa posição no seio da Grande Coligação.” Duras provas aguardam o Executivo germânico, a braços com as controversas reformas da saúde, das pensões e do emprego. É que, além das tensões internas motivadas pelas diferentes visões políticas de conservadores e sociais-democratas, o governo de Berlim tem visto nas ruas a contestação social, com os serviços públicos de algumas regiões e os profissionais do sector clínico em greve há várias semanas.