Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Versão polémica do Google para a China já tem nome

Versão polémica do Google para a China já tem nome
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

“Gu Ge” é o novo nome do Google na China. Um nome inseparável da polémica em torno do lançamento da versão chinesa do primeiro motor de busca mundial.

A companhia norte-americana submeteu-se à censura do governo de Pequim para avançar em Janeiro com um serviço em mandarim, tornando-se alvo de críticas de defensores da liberdade de expressão. Durante a apresentação do nome chinês, o presidente do Google, Eric Schmidt, explicou que não podiam “disponibilizar informação considerada ilegal, inapropriada ou imoral” pelo governo chinês e “por isso não tiveram outra escolha que seguir a lei.” “Gu Ge” significa em mandarim algo como “experiência recompensadora”. A companhia norte-americana prevê um forte crescimento do volume de negócios na China. Devido à censura, a versão chinesa do Google tem acesso bloqueado a conteúdos considerados sensíveis por Pequim, como as manifestações contra o governo em 1989, que terminaram em massacre na Praça de Tiananmen.