Última hora

Última hora

Sector médico em greve sem precedentes na Alemanha

Em leitura:

Sector médico em greve sem precedentes na Alemanha

Sector médico em greve sem precedentes na Alemanha
Tamanho do texto Aa Aa

Os médicos alemães iniciaram esta segunda-feira mais uma semana de greves por todo o país.

Uma luta que dura há perto de dois meses e que opõe clínicos do sector público ao Estado alemão, exigindo aumentos de salários na ordem dos 30 por cento e melhores condições de trabalho. Uma paralização sem precedentes que envolve mais de 12.000 médicos de cerca de 25 hospitais universitários, que segundo os representante dos contestários afecta pacientes e médicos. Apesar de extensa, esta greve assegura os serviços de urgência, pediatria e cuidados intensivos. As negociações permanecem num impasse, uma vez que a coligação que dirige o governo Federal não quer gerar tensões internas no executivo entre o SPD e os Conservadores.