Última hora

Última hora

60o aniversário de entronização do rei da Tailândia recheado de soberanos

60o aniversário de entronização do rei da Tailândia recheado de soberanos
Tamanho do texto Aa Aa

O monarca que em todo o mundo está a há mais tempo em exercício foi homenageado pelas casas reais de três continentes, Ásia, África e Europa. Buhimol Adulyadej é rei da Tailândia e festeja agora os 60 anos em que está à frente do trono. As cerimónias vão durar cinco dias. Os reis da Tailândia ofereceram uma recepção no Salão do Trono, junto à Praça Real de Bangkok.

Quase todas as casas reais estavam representadas pelos soberanos ou pelos herdeiros ao trono. Mas, sem se saber porquê, a casa real de Inglaterra fez-se representar pelo príncipe André, irmão do sucessor ao trono. A Tailândia é uma antiga colónia britânica. Para além dos encontros protocolares, a cultura e a tradição tailandesas não faltaram nas festividades. Os convidados assitiram a um desfile de 52 embarcações engalanadas com motivos tradicionais tailandeses. Muitas têm mais de 200 anos de idade e 50 metros de comprimento, feitas a partir de um só tronco. Cantos líricos siameses marcaram o ritmo do desfile. Buhimol Adulyadej, de 78 anos, é o nono monarca da dinastia Chakri. Nasceu nos Estados Unidos, em Cambridge, no estado do Massachusetts, onde o pai estudava medicina. Foi proclamado rei quando o país ainda se chamava Sião, a 9 de Junho de em 1946, no mesmo dia em que o seu irmão, o príncipe herdeiro, foi encontrado morto no quarto do palácio, com um tiro na cabeça. O que se passou continua oficialmente uma incógnita. Em Maio, o soberno da Tailândia foi galardoado com o prémio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento por ter impulsionado centenas de projectos de desenvolvimento agro-pecuário para substituir o cultivo do ópio.