Última hora
This content is not available in your region

Itália decide sobre profunda reforma da constituição

Itália decide sobre profunda reforma da constituição
Tamanho do texto Aa Aa

Entre hoje e segunda-feira, cerca de 50 milhões de eleitores italianos são chamados a votar pela terceira ocasião este ano. Desta vez é um referendo a uma reforma constitucional já aprovada em parlamento pela maioria de centro-direita, em Novembro, quando Silvio Berlusconi ainda era primeiro-ministro.

Face à aprovação sem maioria qualificada de dois terços cabe agora ao povo decidir se as alterações constitucionais têm efeito. É mais um braço de ferro entre Berlusconi, a favor do sim, e o actual chefe de governo Romano Prodi, contra. O sufrágio vai servir também para analisar a posição política dos italianos, após as eleições legislativas de Abril e as municipais de Maio. A afluência às urnas está igualmente a gerar expectativa.