Última hora

Última hora

Crise política em Timor-Leste provoca demissão do primeiro-ministro

Em leitura:

Crise política em Timor-Leste provoca demissão do primeiro-ministro

Crise política em Timor-Leste provoca demissão do primeiro-ministro
Tamanho do texto Aa Aa

O chefe do governo timorense anuncia demissão. Mari Alkatiri apresentou-se em conferência de imprensa para confirmar que “Está pronto a renunciar ao cargo de primeiro-ministro da República de Timor-Leste” assumindo a responsabilidade pela crise que se vive no território. Alkatiri enviou ao presidente Xanana Gusmão uma carta para o informar desta decisão, sendo a primeira vez que um primeiro-ministro timorense tem de deixar o executivo desde a independência reconhecida de Timor-Leste a 20 de Maio de 2002.

Esta decisão põe fim ao braço-de-ferro entre o chefe de Estado e o chefo do Governo cujo desentendimento tem dado origem a inúmeras cenas de violência protagonizadas pelos respectivos apoiantes. Xanana Gusmão exigiu a demissão de Mari Alkatiri na reunião de ontem do Comité Central da FRETILIN. Além do primeiro-ministro vários ministros e secretários de Estado abandonaram também o executivo. Esta segunda-feira milhares de pessoas voltaram à rua para uma demonstração de apoio ao presidente Xanana Gusmão.