Última hora

Última hora

Manifestação na Cidade do México contra os resultados das eleições presidenciais

Em leitura:

Manifestação na Cidade do México contra os resultados das eleições presidenciais

Manifestação na Cidade do México contra os resultados das eleições presidenciais
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de cem mil pessoas reuniram-se na principal praça da Cidade do México, respondendo ao apelo de Andrés Manuel Lopez Obrador. O candidato de esquerda, que perdeu as eleições presidenciais de 2 de Julho para o conservador Felipe Calderón por pouco mais de meio ponto percentual, considera que existiram “inúmeras irregularidades” no escrutínio.

Por isso, vai interpor recurso no Tribunal Federal Eleitoral, exigindo uma recontagem voto a voto. Convocou também novas mobilizações, nomeadamente uma “marcha pacífica pela democracia” em direcção à capital mexicana, a realizar na quarta-feira.

Ontem, Obrador explicou os seus objectivos: “Uma nova economia, uma nova forma de fazer política, mais digna. Uma nova convivência social, com menos desigualdades e mais justiça. É este o nosso projecto, aquele que defenderemos perante qualquer circunstância. Este povo necessita de uma verdadeira mudança.”

Obrador rejeitou a proposta de Calderón para integrar um governo de unidade nacional e acusou o presidente Vicente Fox de orquestrar as “irregularidades” no escrutínio. O tribunal eleitoral terá até ao fim de Agosto para analizar as queixas.