Última hora

Última hora

Investigação em células estaminais continua com financiamento da UE

Em leitura:

Investigação em células estaminais continua com financiamento da UE

Investigação em células estaminais continua com financiamento da UE
Tamanho do texto Aa Aa

Os ministros da Concorrência da União Europeia concordaram em continuar a financiar as investigações em células estaminais desde que embriões humanos não sejam destruídos. Foi desta forma que o programa de Investigação, com um orçamento de 50 mil milhões de euros para o período de 2007-2013 foi salvo, pois oito países ameaçavam rejeitá-lo com base em questões éticas.

No entanto “as investigações em células estaminais não têm um orçamento específico” como anunciou Janus potocnik, comissário europeu para a Investigação. Potocnik referiu que “60 por cento das verbas destinam-se à área da saúde em geral”. Países como a Alemanha, a Itália, a Áustria e a Polónia estavam contra a aprovação do orçamento, enquanto outro como a Espanha a Suécia e o Reino Unido eram a favor.

Nos Estados Unidos o presidente George W. Bush vetou uma lei de financiamento federal justamente devido à questão da destruição de embriões. A investigação em células estaminais pode levar à descoberta de curas para doenças como diabetes, Alzheimer ou cancro.