Última hora

Última hora

Diplomacia norte-americana avança com hipótese de cessar-fogo para o Líbano

Em leitura:

Diplomacia norte-americana avança com hipótese de cessar-fogo para o Líbano

Diplomacia norte-americana avança com hipótese de cessar-fogo para o Líbano
Tamanho do texto Aa Aa

Condoleezza Rice deixou esta manhã Jerusalém com a promessa de um acordo de cessar-fogo no Médio Oriente, até ao final da semana. A secretária de Estado norte-americana disse, em conferência de imprensa, que parte para Washington com um consenso sobre a necessidade urgente do cessar-fogo e de criação de uma força internacional de estabilização e que ambas as resoluções podem ser alcançadas, para que o povo libanês possa controlar o seu país e o povo israelita possa viver livre da ameaça dos grupos terroristas do Líbano.

O drama de Canaã parece ter despertado a diplomacia para a urgência da situação no Médio Oriente. O ministro francês dos Negócios Estrangeiros, Phillippe Douste-Blazy, chegou esta segunda-feira a Beirute, pela segunda vez em menos de duas semanas.

A França apresentou no Conselho de Segurança da ONU um projecto de resolução que visa acabar imediatamente com as hostilidades no Líbano. Mas a voz de Paris não se fez ouvir. O Conselho de Segurança, reunido no domingo deplorou o ataque que provocou mais de meia centena de vítimas sem o condenar directamente.

A impassividade da comunidade internacional e particularmente das Nações Unidas aumenta a ira dos libaneses. Este domingo, as instalações da ONU na capital do Líbano foram tomadas de assalto por manifestantes em fúria que semearam a destruição, sem, no entanto, provocarem vítimas entre o pessoal da organização.