Última hora

Última hora

Rockets invadem céus israelitas

Em leitura:

Rockets invadem céus israelitas

Rockets invadem céus israelitas
Tamanho do texto Aa Aa

No dia em que uma chuva de fogo se abateu sobre Israel, um míssil do Hezbollah cruzou os céus e atingiu a Cisjordânia. Nunca antes um disparo da milícia libanesa tinha chegado tão longe. O rocket lançado a partir do sul do Líbano percorreu quase setenta quilómetros e estatelou-se entre a localidade israelita de Beit Shean e a cidade palestiniana de Janine.

No total foram mais de 150 os rockets lançados pelo Hezbollah numa clara retaliação à operação comando realizada pelo Tsahal durante a noite. Os disparos fizeram uma vítima mortal em Nahariya e mais de uma dezena de feridos. Entre as localidade alvejadas contam-se Kyriat Shmona, Safed e Tiberias. Nesta cidade turística perto do mar da Galileia os estragos materiais foram tão avultados que os socorristas afirmaram ser incapazes de alcançar os locais mais atingidos.

O partido xiita radical emitiu um comunicado no Líbano justificando a acção pelo facto do “inimigo ter ido longe demais nos ataques a civis.” Desde o início da guerra há três semanas o Estado hebreu já foi alvejado com perto de 1.700 rockets. Os projécteis causaram a morte a 19 pessoas e fizeram centenas de feridos.