Última hora
This content is not available in your region

Ataques israelitas voltam a intensificar-se no Líbano

Ataques israelitas voltam a intensificar-se no Líbano
Tamanho do texto Aa Aa

Após alguns dias de calma, Israel retoma a luta pelo desmantelamento do movimento xiita Hezbollah. Os confrontos no sul do Líbano intensificaram-se e Beirute voltou a ser bombardeada. Os bairros do sul da capital, onde estarão instalados postos do movimento xiita libanês, ficaram quase totalmente destruídos.

Em Tyro, os combates também foram acesos, com as forças israelitas a tentar controlar três colunas estratégicas nos sectores ocidental, central e oriental. O objectivo é destruir posições da formação xiita ao longo da fronteira para a impedir de disparar sobre Israel. Mas, mesmo com dez mil homens no sul do país, o Tsahal continua a enfrentar forte resistência da parte do Hezbollah. Ontem, mais de 230 roquetes do movimento xiita libanês atingiram o norte de Israel.

A “batalha das colinas” foi precedida, por dezenas de raides aéreos israelitas que atingiram Tyro, no sul, e o sector de Nabahtieh a este. Os principais alvos foram estradas.

Segundo a televisão Al Arabia, dois soldados israelitas foram mortos e quatro ficaram feridos. Caso o balanço seja confirmado, sobem para 39 as baixas sofridas pelo Tsahal. Até ao momento, o Hezzbollah reconheceu a perda de 45 homens.

Durante os confrontos de hoje, os combatentes xiitas atacaram posições do exército israelita. O Hezbollah disse ter destruído quatro tanques e dois bulldozers.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.