A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

900 norte africanos ilegais entram nas Canárias em menos de dois dias

900 norte africanos ilegais entram nas Canárias em menos de dois dias
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O número de emigrantes ilegais a desembarcar nas Canárias chegou a 900 só nos últimos dois dias.

Dados que justificam o actual estado de alerta vermelho do arquipélago espanhol situado ao largo de Marrocos. O governo autónomo diz que já não consegue assegurar o abrigo e o tratamento médico de todos clandestinos.

O primeiro-ministro espanhol, José Luis Rodriguez Zapatero encontrou-se este Sábado na Gran Canária com o chefe do governo da região, Adan Martin. Está previsto que os responsáveis visitem centros de acolhimento dos imigrantes.

Martin tem vindo a pedir mais meios a Madrid e à Europa para lidar com o problema, desde que aumentaram vertiginosamente os fluxos de imigração ilegal provenientes do norte de África.

Os trabalhadores estrangeiros ajudaram a tornar a Espanha numa das economias mundiais de crescimento mais rápido, mas os espanhóis consideram a imigração um dos maiores problemas do país.