Última hora

Última hora

Tentativa de atentado contra embaixada dos EUA repelida pelas forças sírias

Em leitura:

Tentativa de atentado contra embaixada dos EUA repelida pelas forças sírias

Tentativa de atentado contra embaixada dos EUA repelida pelas forças sírias
Tamanho do texto Aa Aa

Um comando terrorista lançou esta manhã um ataque contra a embaixada dos Estados Unidos na Síria, em pleno centro de Damasco. Quatro homens armados tentaram tomar de assalto a representação diplomática, mas o ataque foi repelido pelas forças antiterroristas sírias. Três dos assaltantes foram mortos e o quarto ficou ferido. Morreu ainda um elemento das forças regulares e 14 pessoas ficaram feridas, entre elas um funcionário diplomático chinês, cuja embaixada está situada nas imediações da norte-americana. O pessoal diplomático escapou ileso ao ataque.

No rescaldo da operação, Bassam Abdel Majid, o ministro sírio do Interior, disse “tratar-se claramente de um ataque terrorista contra a embaixada norte-americana por um grupo, cuja identidade permanece desconhecida. Um dos assaltantes foi ferido e depois detido. A investigação que está a decorrer poderá esclarecer algumas questões”. O tiroteio, que começou às dez da manhã locais, menos duas horas em Lisboa, foi seguido de diversas explosões, mas os danos no edifício foram superficiais.

O comando terá tentado fazer explodir um carro armadilhado, mas as forças antiterroristas conseguiram neutralizar os explosivos, compostos de botijas de gás às quais tinham sido aplicados detonadores. Enquanto durou a operação, o bairro de Rawda esteve cercado pela polícia e os acessos bloqueados, mas a situação voltou à normalidade ainda durante a manhã.