Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Lula da Silva falha triunfo à primeira volta

Lula da Silva falha triunfo à primeira volta
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As eleições presidenciais brasileiras vão ter uma segunda volta. Conforme deixavam adivinhar as últimas sondagens publicadas no fim-de-semana, Luiz Inácio Lula da Silva não conseguiu ultrapassar a barreira dos 50 por cento dos votos e vai ter de defrontar Geraldo Alckmin na segunda volta. Apesar de ser, desde o início, indicado como o candidato a discutir com Lula as presidenciais, o ex-governador do Estado de São Paulo obteve um resultado surpreendentemente acima dos quarenta pontos percentuais.

Heloísa Helena, apoiada pela Frente de Esquerda, foi a terceira candidata mais votada, mas não conseguiu mais do que sete por cento dos sufrágios. Os quase 126 milhões de eleitores brasileiros são novamente chamados a escolher entre Lula da Silva e Geraldo Alckmin no dia 29 de Outubro.

Uma situação que, apesar do favoritismo do actual presidente nos estudos de opinião, permitirá assistir a três semanas de ataques cerrados da oposição contra Lula da Silva, cuja posição acabará por sair fragilizada tantas as críticas e os escândalos à sua volta.