Última hora
This content is not available in your region

Resultados não oficiais dão vitória a Kabila em eleições históricas

Resultados não oficiais dão vitória a Kabila em eleições históricas
Tamanho do texto Aa Aa

As expectativas de vitória do presidente cessante da República Democrática do Congo, Joseph Kabila, parecem confirmar-se. Com todos os votos contados, os resultados ainda não oficiais revelam que Kabila está à frente com 58 por cento dos votos, contra 42 por cento para o adversário Jean-Pierre Bemba. No entanto o antigo líder rebelde rejeitou imediatamente os resultados, o que poderá originar alguma tensão no país que vive uma calma frágil depois dos incidentes do fim-de-semana passado em Kinshasa dos quais resultaram quatro mortos. Kabila já apelou à calma e deu a entender que as forças de segurança estariam do seu lado.

Um cidadão acusa o chefe da comissão eleitoral de manipular o escrutínio a favor de Kabila e remata que Bemba é o favorito. As eleições históricas de 29 de Outubro, no antigo Zaire, são o culminar de um processo de paz de vários anos desde a guerra do Congo, entre 1998 e 2003, na qual Bemba liderou a facção rebelde.

A lei prevê que a Comissão Eleitoral Independente seja a única organização a poder legitimar os resultados avançados, algo que está acontecem no próximo Domingo.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.