Última hora

Última hora

Hugo Chavez promete vencer "diabo" americano nas presidenciais da Venezuela

Em leitura:

Hugo Chavez promete vencer "diabo" americano nas presidenciais da Venezuela

Hugo Chavez promete vencer "diabo" americano nas presidenciais da Venezuela
Tamanho do texto Aa Aa

A uma semana das presidenciais na Venezuela, Hugo Chavez juntou uma multidão em Caracas, numa prova de força face ao que diz ser o “diabo”, personificado em George W. Bush. Na corrida estão outros 14 candidatos mas, face aos dois milhões de apoiantes, Chavez afirmou que o verdadeiro rival é o presidente americano e prometeu que a 3 de Dezembro vão derrotar o império mais poderoso da terra por KO.

Chavez chegou ao poder em 1998 com promessas de revolução. As sondagens dão-lhe 59% das intenções de voto, depois do discurso populista lhe ter permitido sobreviver a um golpe de Estado e a dois meses de greve no sector petrolífero. Se ganhar ficará no poder até 2013. Washington vê-o como uma ameaça, embora seja o quarto fornecedor de petróleo dos Estados Unidos.

Um dia antes de Chavez, foi a vez de Caracas receber o comício do principal adversário de direita: Manuel Rosales, governador do estado petrolífero de Zulia, no noroeste, e creditado só com 27% dos votos. Rosales centrou a campanha na promessa de redistribuir o dinheiro dos recursos petrolíferos e que é dado a outros países, canalizando-o para o emprego e ensino. Para já Manuel Rosales conseguiu um feito: unir a oposição, que ameaça não aceitar os resultados se Chavez vencer.