Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Manifestação contra MUbarak acaba em confrontos com a polícia

Manifestação contra MUbarak acaba em confrontos com a polícia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Cairo, no Egipto, foi palco de uma manifestação contra o presidente Hosni Mubarak, que terminou em confrontos com a polícia. Segundo a agência EFE, um grupo de dezenas de manifestantes afectos ao movimento Kifaya tentaram começar uma marcha de protesto, a partir da sede dos sindicatos de jornalistas e advogados. A polícia tentou impedi-los, os confrontos começaram, há registo de apenas um polícia ferido. Um manifestante explica que celebram o segundo aniversário da fundação do movimento, uma campanha para acabar com o regime de Mubarak. Durante a manifestação, o alvo dos slogans não foi só o presidente egípcio. Enquanto Hosni Mubarak foi acusado de restringir liberdades, o primeiro-ministro libanês surgiu nos cartazes como um instrumento dos Estados Unidos. Outros receberam elogios, como é o caso de Hassan Nasrrallah, o secretário geral do Hezbollah