Última hora

Magnata russo detido em investigação a suposta rede de prostituição

Magnata russo detido em investigação a suposta rede de prostituição
Tamanho do texto Aa Aa

O milionário russo Mikhail Prokhorov foi interpelado pela polícia francesa junto com outras vinte cinco pessoas, quando passava férias na estância de esqui de Courchevel, nos Alpes, na sequência de uma investigação sobre uma suposta rede de prostituição.

Classificado pela revista norte-americana Forbes como uma das 100 pessoas mais ricas do Mundo, Prokhorov é o presidente da Norilsk Nickel, a principal empresa mineira russa, líder mundial no mercado do níquel e do paládio.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.