A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Bruxelas inaugura relações estratégicas com Pequim

Bruxelas inaugura relações estratégicas com Pequim
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

De parceiros comerciais a parceiros estratégicos, é assim que evoluem as relações entre a União Europeia e a China. O novo marco na cooperação entre os dois blocos foi lançado em Pequim pela comissária para as Relações Externas da União, Benita Ferrero-Waldner. A comissária europeia disse, em conferência de imprensa, que “a cooperação estratégica é muito importante e será conduzida em bases sólidas”.

A cooperação estende-se a 22 sectores, que vão da educação à energia, passando pela imigração ou pela conquista espacial. Os desafios do terrorismo e das armas de destruição maciça são também sectores abrangidos pelo futuro acordo, assim como o desenvolvimento sustentável e o aquecimento global do planeta.

Pequim não deixou passar a ocasião de exigir o levantamento do embargo à venda de armas e o reconhecimento do estatuto de economia de mercado, deixando claro que os parceiros se tratam em pé de igualdade.