Última hora
This content is not available in your region

Eurodeputados faltosos inviabilizam liberalização do transporte ferroviário nacional

Eurodeputados faltosos inviabilizam liberalização do transporte ferroviário nacional
Tamanho do texto Aa Aa

A liberalização do transporte ferroviário de passageiros descarrilou. Só a liberalização dos percursos internacionais é que tem data marcada, 2010. Quanto ao tráfego nacional de passageiros – que representa 95% do transporte – só será liberalizado quando os Estados-membros quiserem. Este é o resultado da falta de comparência de cerca de 200 eurodeputados, no último dia da sessão plenária em Estrasburgo.

O conservador alemão Georg Jarzembovski tem razões para estar desiludido. O seu relatório foi aprovado, sim, mas não conseguiu a maioria qualificada necessária. Assim, não tem peso suficiente para estabelecer a data de 2017 para a liberalização do transporte de passageiros a nível nacional.

Por vias travessas, o Parlamento Europeu deu, assim, o seu aval à vontade dos Estados membros, renitentes em abrirem os seus caminhos-de-ferro à concorrência.

Este pacote ferroviário prevê ainda reforço dos direitos dos passageiros e a criação de uma licença europeia de maquinistas.