A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Gordon Brown justifica na Índia polémica em torno do Big Brother inglês

Gordon Brown justifica na Índia polémica em torno do Big Brother inglês
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A polémica em torno da participação da actriz indiana Shilpa Shetty no Big Brother inglês volta a fazer correr muito tinta sobretudo porque o ministro das Finanças britânico, e sucessor de Tony Blair na liderança do Partido Trabalhista, Gordon Brown, está neste momento em visita oficial à Índia. Os ataques racistas a Shetty têm sido muito mal recebidos pela população indiana que aproveitou a visita de Brown para sair à rua.

O ministro viu-se obrigado a referir numa conferência de imprensa com o seu homólogo indiano que “as reacções do público britânico assim como do público e da imprensa indianos em relação ao programa demonstra o compromisso para com os valores de tolerância e de ser justo para com todos os indivíduos” e é uma mensagem que diz ser “inaceitável a prática do racismo e da discriminação.”

A mais recente edição do Big Brother inglês tem sido extremamente criticada pelo comportamento racista de alguns adversários de Shilpa Shetty. Em causa está o tratamento hostil que a concorrente tem recebido apenas por ser natural da Índia e falar inglês com o sotaque do seu país.

A visibilidade que o caso tem tido na Índia deve-se ao facto de a dita candidata ser uma das actrizes mais conhecidas de Bollywood, a famosa indústria cinematográfica indiana. Três dos seus adversários no concurso já lhe dirigiram comentários insultuosos sobre a forma como fala e uma concorrente até se recusa a pronunciar o seu nome, chamando-lhe sempre
“a indiana”.